Países que falam Português

O que é Português como Língua de Herança?

Depois que mudei de país, comecei a sentir a necessidade de ensinar a língua portuguesa para minha filha. Com isso, esbarrei com o PLH. Mas o que é Português como Língua de Herança?

O Português como Língua de Herança é a língua que os filhos ou mesmo netos de falantes do nosso idioma adquirem de seus pais e/ou avós. São geralmente crianças que aprendem a falar o Português, mas como não convivem no dia a dia com falantes do mesmo idioma, acabam utilizando a lógica do local em que estão inseridas, ou mesmo usando termos do seu primeiro idioma que não existem no Português.

Antes de me mudar para os Estados Unidos, eu me perguntava por que as mães que moram fora fazem tanta questão de que seus filhos falem o Português e aprendam sobre a cultura brasileira. Agora que estou aqui compreendo perfeitamente. Não é apenas uma questão cultural, mas uma questão de identificação. Fazer a criança entender as suas raízes, de onde ela veio, é fazer com que ela saia do mundo em que está inserida e comece a olhar o mundo com um olhar mais global.

A importância de se aprender não só o Português como Língua de Herança, mas qualquer idioma materno (ou paterno), é uma questão de pertencimento, de se entender de onde se veio, a sua história, entender o que levou a criança até ali. Além disso, a questão de ter um olhar mais global do mundo faz com que a criança aprenda a ter mais empatia, a se colocar mais no lugar do outro, a ver que o pequeno mundinho em que ela vive não necessariamente representa um todo.
A criança aprende que existem pessoas diferentes dela e que precisam ser respeitadas.

Vantagens de ser bilíngue

Aprender o Português como Língua de Herança também possui outra vantagem: torna a criança bilíngue. Existem inúmeros estudos que mostram as vantagens do bilinguismo não só para crianças, mas pessoas de todas as idades. A neurocientista americana Laura-Ann Petitto criou um centro de estudos sobre a aquisição do bilinguismo em crianças e publicou diversos artigos sobre o tema. Segue abaixo um trecho de um de seus estudos:

“As mudanças particulares do cérebro habilitam a criança a ser mais capaz de processar, armazenar e memorizar informações em seu ambiente, portanto direcionar e controlar melhor seus pensamentos e comportamentos.”

Para ler o artigo completo, clique aqui.

Portanto, se você ainda está na dúvida se deve ou não ensinar Português aos seus pequenos, não desanime. Existem diversos métodos, além de grupos de apoio para quem ainda não tem ideia de como começar. Eu mesma criei um grupo para mães e pais de filhos bilíngues que morem em países de língua inglesa – que você pode acessar clicando aqui. O importante é começar, não importa quando. Ensinar a sua língua ao seu filho, acima de todas as vantagens que citei acima, é um ato de amor, de dar à sua criança as melhores memórias afetivas que você recebeu na sua vida.